Primeiros passos no Crochê – Dicas para iniciantes

Ao longo dos anos a humanidade foi se especializando em técnicas que envolvem os trabalhos manuais com agulha e linha, de forma que roupas e acessórios passaram de simples proteções para o dia a dia para se tornarem peças aprimoradas de artesanato ao longo dos anos.

E uma destas técnicas que teve sua origem na era medieval foi a técnica do crochê (também grafado como croché), que é uma das formas de entrelaçarmos linhas com o auxílio de uma agulha, de forma semelhante ao tricô, porém com o uso de uma agulha única de ponta curva.

Ao longo dos anos a humanidade foi se especializando em técnicas que envolvem os trabalhos manuais com agulha e linha, de forma que roupas e acessórios passaram de simples proteções para o dia a dia para se tornarem peças aprimoradas de artesanato ao longo dos anos.

E uma destas técnicas que teve sua origem na era medieval foi a técnica do crochê (também grafado como croché), que é uma das formas de entrelaçarmos linhas com o auxílio de uma agulha, de forma semelhante ao tricô, porém com o uso de uma agulha única de ponta curva.

Dicas para quem está iniciando no Crochê

Com o uso das técnicas de crochê é possível criar um trançado bem parecido com uma malha, e a partir deste trançado surgem modelos bem variados, como vestidinhos, blusinhas, tocas ou tapetes.

E para lhes ajudar com os primeiros passos no mundo do crochê, separamos as principais dicas neste curso Crochê Passo a Passo onde ficará a saber como aprender a fazer crochê so absoluto zero.

Vale lembrar que para aprender a trabalhar com crochê (e com outras técnicas de artesanato) o fundamental é a prática constante, que vai ajudando a aprimorar o uso das técnicas, e com isso fica muito mais fácil criar peças mais elaboradas e sofisticados com o passar do tempo.

Modelos de artesanato com as técnicas de crochê

Separamos abaixo alguns trabalhos que dá para fazer com o uso das técnicas de crochê, como sapatinhos de bebê, roupinha de bonecas, tapetes, toucas, blusinhas, vestidinhos, e muito mais…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *